Automação e Instrumentação

Serviços | Ações

DESENVOLVIMENTO PROATIVO | ENGENHARIA DO PROPRIETÁRIO

Automação e Instrumentação

Sistemas

A manutenção industrial cada vez tem que ser mais eficaz na gestão do ciclo de vida dos equipamentos industriais. Para isso, a automação industrial passa a ter papel de destaque cada vez mais importante no âmbito industrial.

Com o grande avanço tecnológico da Tecnologia da Informação (TI) e da Tecnologia da Automação (TA), hoje temos equipamentos de instrumentação e controle cada vez mais inteligentes, não só desempenhando suas funções primárias, mas também entregando inteligência ao processo, resultando em tomadas de decisões na manutenção mais pontuais, otimizando recursos, na ponta, reduzindo custos dos ativos.

Com a instrumentação inteligente, isto é, o uso de redes industriais de campo, os instrumentos passaram a ser ativos, usando o recurso da eletrônica e a rede, podem estar conectados a sistemas de gestão de ativos, onde os dados são coletados automaticamente e analisados através de modelos, dando aos técnicos todas as informações e conhecimento do ativo necessário à efetivação ou não de reparos e antecipando quebras previstas.

Os desafios da manutenção são diversos, para nosso entendimento quanto aos ativos, podemos descrever:

  • Reduzir custos de manutenção;
  • Reduzir paradas não programadas;
  • Diagnosticar problemas de forma pró-ativa;
  • Disparar O.S. pelo sistema de TI integrado;
  • Diminuir o tempo de retomada de processo.

Análise

Planejamento

Os benefícios na planta com a implantação de um sistema de gerenciamento de ativos inteligente, podemos descrever abaixo:

  • Redução de paradas não programadas;
  • Redução de custos de inventário;
  • Redução nas paradas de produção;
  • Redução de defeitos em equipamentos;
  • Aumento de disponibilidade de planta;
  • Aumento da eficiência da manutenção;
  • Aumento da produtividade dos equipamentos.

Concluímos que, na competitividade industrial o gerenciamento de ativos é sensível à gestão dos custos, tanto produtivos quanto de manutenção, podendo diferenciar as melhores margens de operações produtivas no setor industrial, entregando vantagem competitiva.